A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Motorola com números em queda

Motorola com números em queda
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os lucros da Motorola, segundo maior fabricante mundial de telefones móveis, estiveram a caír no último trimestre do ano passado, por causa dos preços mais baixos.

O principal factor tem a ver com os preços de saldo a que foi vendido o modelo Razr, altamente tecnológico, mas prestes a completar dois anos de comercialização. Os telefones mais simples, destinados a mercados emergentes, sofreram também fortes quedas no preço.

Os lucros caíram 48%, relativamente ao mesmo período de 2005, dos 1,2 mil milhões para os 624 milhões de dólares, ou seja, o equivalente a 481 milhões de euros, ao câmbio actual.

A queda foi mais baixa que a prevista. Os mercados tinham já antecipado que os números seriam mais baixos, uma vez que a Motorola tinha lançado um alerta sobre lucros no início deste mês. Isso não impediu uma queda nas acções do grupo.