Última hora

Antigo vice-presidente iraquiano condenado à morte

Antigo vice-presidente iraquiano condenado à morte
Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal iraquiano considerou que Taha Yassin Ramadan, antigo vice-presidente, durante o regime de Saddam Hussein, deve ser enforcado por cumplicidade no massacre de 148 xiitas, em 1982, em Dujail.

Em Novembro, Ramadan tinha sido condenado a prisão perpétua mas agora o Supremo Tribunal confirmou a condenação à morte, estabelecida em num tribunal de 2a instância.

O réu pode ainda recorrer da decisão.

Organizações de direitos humanos e a ONU pediram clemência.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.