Última hora
This content is not available in your region

Ahmadinejad mantém tom de desafio sobre programa nuclear

Ahmadinejad mantém tom de desafio sobre programa nuclear
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente iraniano aumenta o tom de desafio antes da reunião dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU e da Alemanha para começar a redigir uma nova resolução para sancionar o Irão. O encontro está marcado para segunda-feira, em Londres.

Estados Unidos querem um reforço das sanções, enquanto a Rússia questiona a utilidade de um novo texto. O presidente iraniano, Mahmmud Ahmadinejad, aproveita as divergências internacionais e afirma que vai defender até ao fim o seu direito a um programa nuclear, pois se ceder o inimigo vai aumentar as exigências.

Teerão não respeitou o prazo de 21 de Fevereiro, fixado pela primeira resolução da ONU, para suspender o seu programa nuclear. Pelo contrário, terá instalado mais centrifugadoras na central de Natanz e anuncia que pretende aumentar o número para três mil.

O prosseguimento do programa atómico do regime iraniano foi constatado por um relatório da Agência Internacional de Energia Atómica, liderada por Mohammed ElBaradei. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, está preocupado.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.