A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Grupo dos seis comprometido com solução negociada da crise iraniana

Grupo dos seis comprometido com solução negociada da crise iraniana
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Londres acolheu esta tarde o debate sobre o próximo passo a tomar na ONU para que o Irão suspenda o seu programa nuclear. O chamado “grupo dos 6” – os membros do Conselho de Segurança mais a Alemanha – reuniu-se para debater uma nova resolução contra o país, que poderá prever mais sanções diplomáticas e económicas.

Se no exterior da reunião as palavras de ordem eram da resistência iraniana contra Ahmadinejad, no interior a Russia continuaria a tentar refrear a exasperação norte-americana. Ao final do encontro os seis reafirmaram o compromisso de encontrar uma solução negociada, anunciando um novo encontro sobre o tema para os próximos dias.

Ontem a secretária de Estado Condolezza Rice afirmou que o Irão precisa de um travão, respondendo ao discurso do presidente iraniano segundo o qual o “programa nuclear não tem marcha atrás”. Responsáveis em Teerão sublinhavam hoje que a suspensão do programa nuclear é ilegal e ilógica, afirmando, no entanto, continuarem dispostos a negociar com os Estados Unidos.

O conflito verbal coincide com novas informações, publicadas na revista norte-americana New Yorker, de que o Pentágono poderá estar a organizar um dispositivo militar, que poderá ser activado em menos de 24 horas, para atacar instalações iranianas.