Última hora

Ministro britânico da Defesa proíbe marinheiros de venderem histórias à imprensa

Ministro britânico da Defesa proíbe marinheiros de venderem histórias à imprensa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O ministério britânico da Defesa deu o dito por não dito e voltou a proibir os marinheiros sequestrados no Irão de venderem as respectivas histórias aos jornais. O ministro Des Browne estava sob forte pressão na sequência da polémica surgida com a decisão de autorizar excepcionalmente estes marinheiros a venderem as respectivas histórias.

Faye Turner terá ganho com a venda da sua história cerca de 150 mil euros.A única mulher entre os sequestrados conta que foi ameaçada e maltratada e revela que a obrigaram a escrever coisas que sentia serem uma traição ao país, mas garante que o fez sob ameaça de não voltar a ver a filha e de ser acusada de espionagem.

As família de alguns soldados mortos no Iraque e no Afeganistão não gostaram da atitude do ministro e alguns militares na reforma acusaram-no mesmo de usar os marinheiros em propaganda de guerra.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.