A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Fronteiras da União vão ser guardadas por 450 agentes

Fronteiras da União vão ser guardadas por 450 agentes
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Já está aprovada a força de intervenção rápida da Frontex, que vai ajudar os Estados membros que se vejam confrontados com um afluxo subito de imigrantes clandestinos.

A força será constituída por 450 agentes, provenientes dos 27 estados membros e segundo fontes diplomáticas estará em funcionamento num curto espaço de tempo.

A criação desta força foi aprovada na reunião desta sexta-feira dos ministros da Justiça e do Interior da União Europeia, o processo formal de aprovação no quadro das instituições europeias será concluído em Junho e em Julho terá início a formação do contingente.

No quadro deste acordo, todos os países são obrigados a fornecer guardas fronteiriços que respondam a um determinado perfil técnico.

Os ministros passaram ainda em revista as últimas contribuições de meios materiais anunciadas pelos Estados para a Frontex. Até agora a Agência de Vigilância das Fronteiras Externas conta com 21 aviões, 27 helicópteros e 116 botes assim como 392 equipas técnicas de vigilância com radares móveis, câmaras térmicas e detectores de pessoas.

A Frontex já pôs em accção um dispositivo de emergência que tem vindo a ajudar a controlar a vaga de imigrantes clandestinos provenientes de África, que chegam às costas espanholas e italianas.