A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Caça aos votos do eleitorado francês continua

Caça aos votos do eleitorado francês continua
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Conseguiu 18,57 por cento do eleitorado e por isso já lhe chamam o “fazedor de presidentes” e mesmo o “queenmaker” ou “águia de duas cabeças”, pois a sua indicação de voto pode ir para qualquer dos lados. François Bayrou sorri, orgulhoso do resultado atingido, mas não fez, até agora, nenhum apelo à direita ou à esquerda.

Apresenta-se como o protagonista da renovação política em França, da “criação do centro e do fim da bipolarização que há décadas trava o desenvolvimento”.

Jean Marie Le Pen dança o rock, enquanto não ouve a opinião de toda a Frente Nacional. Considera que as ideias do partido foram repetidas à direita e à esquerda, sem nenhum mérito, e por isso só atingiu os 10,5 por cento de votos. Mas ainda pode impôr condições a Sarkozy.

O analista político Dominic Moisi considera que o candidato Sarkozy esteve extremamente bem. Soube, estrategicamente, atrair um terço do eleitorado da Frente Nacional, da extrema-direita, foi um triunfo. Destruiu Le Pen.”

O candidato mais votado nos partidos mais pequenos, com 4 por cento dos votos,foi Oliver Besancenot, candidato da luta comunista revolucionária. Ele, não se fez rogado. Tal como outros candidatos da mesma área política, orientou o voto da extrema-esquerda na segunda volta a favor da candidata socialista…e a disciplina de voto no PC ainda é o que era.