Última hora
This content is not available in your region

Confrontos no norte do Líbano ameaçam campo de refugiados palestinianos

Confrontos no norte do Líbano ameaçam campo de refugiados palestinianos
Tamanho do texto Aa Aa

Os combates entre o exército libanês e os militantes do grupo “Fatah al Islam”, colocam em risco a segurança dos 40 mil refugiados palestinianos no campo de Nahr Al-Bared no norte do Líbano.

Nove civis foram mortos esta manhã na troca de tiros e bombardeamentos que se prolongam desde ontem em torno da instalação, localizada nos arredores da cidade de Tripoli.

Os dois lados acordaram ao final da manhã um cessar-fogo para evacuação dos feridos, face à pressão da Cruz Vermelha Internacional.

No total mais de 40 pessoas morreram até agora, a maioria militares, nos mais graves confrontos internos no país desde a guerra civil de 1975-1990.

Responsáveis do Fatah palestiniano, demarcaram-se ontem do grupo armado, acusando-o de estar a defender interesses externos, num momento em que o conselho de segurança da ONU discute a criação de um tribunal para julgar os assassinos do antigo primeiro-ministro libanês Rafic Hariri.

Beirute que decidiu não intervir no campo de refugiados, sob controlo palestiniano, acusa os militantes armados de estarem ligados à Síria.

Damasco refuta as acusações.

Entretanto, um novo incidente durante a noite atingiu um bairro cristão em Beirute.

Uma viatura armadilhada explodiu junto a um centro comercial, matando uma pessoa e ferindo outras dez.

A polícia afirma tratar-se de um acto terrorista com o objectivo de desestabilizar a segurança no país.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.