Última hora
This content is not available in your region

Abbas designa Fayyad chefe de governo de emergência

Abbas designa Fayyad chefe de governo de emergência
Tamanho do texto Aa Aa

O independente Salam Fayyad vai formar um governo de emergência. O ministro das Finanças cessante foi encarregue pelo presidente Mahmud Abbas de formar um gabinete provisório depois de ter destituído o executivo controlado pelo Hamas.

O presidente da Autoridade Nacional Palestiniana (ANP) destituiu, esta quinta-feira, o governo do primeiro-ministro Ismail Haniyeh, depois de uma semana de violência interpalestiniana que matou mais de 100 pessoas.

Mustafa Barghouti, ministro da informação cessante, diz que o objectivo do novo governo “é o de preparar novas eleições democráticas. As pessoas têm que decidir nas urnas como querem que as coisas se passem. Ninguém deverá aceitar as coisas à força”, acrescenta.

A constituição de um governo provisório é uma decisão que o Hamas não aceita. Na quinta-feira, Haniyeh rejeitou a legitimidade do decreto presidencial de destituição do governo. Já esta tarde, o porta-voz do movimento islâmico afirmou que a equipa que vai ser formada por Salam Fayyad “não é legítima”.

Um conselheiro do presidente da ANP afirmou que Fayyad, antigo alto funcionário do Fundo Monetário Internacional (FMI), deverá escolher os membros do novo gabinete nas próximas horas e muitos dos novos ministros deverão ser independentes.