A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Polónia declara vitória em Bruxelas

Polónia declara vitória em Bruxelas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar dos gritoas de vitórias que eclodiram em Varsóvia por parte do governo após o acordo de Bruxelas a imprensa polaca e a oposição criticam o primeiro-ministro por não ter assistido às negociações. Ao longo da noite os telefonemas entre o dois irmão gémeos sucederam-se dando a perceber que o presidente não poderia aceitar um acordo sem o consentimento do chefe do governo.

Jaroslaw Kaczinsky mostrou-se radiante com o acordo afirmando que “a vitória foi da Polónia, tudo está muito bem assim, mesmo a oposição foi generosa”, declarou. Para Angela Merkel as negociações foram certamente dificeis mas apoiada pelo presidente francês Nicolas Sarkozy a situação acabou por ser desbloqueada e quando o acordo foi finalmente anunciado, na madrugada deste sábado, Sarkozy fez questão de sublinhar que “não há vencidos nesta cimeira que o importante é que a Europa está de novo activa”.