Última hora
This content is not available in your region

Brown quer um Parlamento mais poderoso

Brown quer um Parlamento mais poderoso
Tamanho do texto Aa Aa

Mais poder ao Parlamento é a divisa o primeiro-ministro britânico que anunciou um conjunto de reformas nesse sentido diante dos parlamentares. Na primeira declaração política depois de ter sucedido no cargo Tony Blair, na passada quinta- feira, Gordon Brown prometeu um “governo novo cheio de novas prioridades”.
“Tenho a esperança de que trabalhando em conjunto para uma mudança, esquecendo as nossas divergências partidárias, podemos criar uma Constituição onde fique inscrito uma maior concessão de poder ao Parlamento e ao povo britânico. O que eu proponho hoje não é um documento conclusivo mas um roteiro que deve responder a duas questões fundamentais : definição de poderes mais responsáveis e conceder aos cidadãos mais direitos e responsabilidades” declarou o primeiro-ministro.

Para além de pretender antecipar a idade de voto para os 16 anos, tendo em vista combater a crescente abstenção eleitoral, a reforma mais ambiciosa de Gordon Brown è conceder aos parlamentares o poder de recusar ou aprovar uma declaração de guerra e o envio de tropas ao combate, como aconteceu em 2003 com a eclosão da guerra no Iraque.