Última hora
This content is not available in your region

Israel anuncia libertação de 250 prisioneiros do Fatah

Israel anuncia libertação de 250 prisioneiros do Fatah
Tamanho do texto Aa Aa

O governo israelita anuncia que pode libertar 250 prisioneiros palestinianos do Fatah nos próximos dias.

A revelação foi feita esta manhã, depois da reunião de gabinete e trata-se de uma promessa feita ao presidente da Autoridade Palestiniana pelo primeiro-ministro israelita Ehud Olmert.

O responsável pela pasta do Interior, Ze’ev Boim, diz que os prisioneiros do Hamas só serão libertados quando o soldado israelita Jilad Shalit sair também em liberdade.

A promessa de libertar 250 prisioneiros foi feita ao presidente Mahmoud Abbas a 25 de Junho. Na mesma altura ficou também acordado que os dois responsáveis iriam passar a ter reuniões frequentes, pelo menos uma ou duas vezes por mês.

No entanto, a libertação de um número de prisioneiros tão significativo é uma decisão complexa.

O executivo e em especial Olmert tentam recuperar da crise de popularidade provocada pelo fracasso na última guerra contra o Líbano e por uma sucessão de polémicas e escândalos internos.

O executivo israelita garante que os prisioneiros que deixarem os cárceres não têm as mãos manchadas de sangue.

A decisão anunciada hoje terá ainda de ser aprovada e, segundo o ministro do Interior, a lista dos 250 prisioneiros ainda não é definitiva.

De referir que, de acordo com a EFE, novos projécteis foram lançados esta manhã a partir de Gaza para Israel, provocando apenas danos materiais.