Última hora
This content is not available in your region

Serra Leoa vota sem incidentes

Serra Leoa vota sem incidentes
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de uma eleição sem incidentes, contam-se os votos na Serra Leoa. 2,6 milhões de eleitores foram chamados às urnas este sábado para eleições presidenciais e legislativas, no primeiro acto eleitoral realizado desde a saída dos capacetes azuis da ONU do país, em 2005. Os resultados provisórios são esperados na final da semana e os definitivos deverão ser conhecidos daqui a doze dias.

A eleição, suprevisionada por 350 observadores internacionais, é considerada um importante teste à democracia neste país da África Ocidental fustigado por dez anos de guerra civil. Em causa estava a escolha do novo presidente e de 112 dos 124 membros do parlamento.

Entre os sete candidatos presidenciais, há dois favoritos: o vice-presidente cessante, Solomon Berewa, do Partido do Povo da Serra Leoa e Ernest Koroma, chefe do Congresso de todo o Povo, mas a candidatura do ex-ministro Charles Margai pode trazer supresas. Cinco anos após o fim da guerra civil, que fez 50 mil mortos, a Serra Leoa continua a ser a segunda nação menos desenvolvida no mundo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.