Última hora
This content is not available in your region

Consumidores Italianos boicotam esparguete

Consumidores Italianos boicotam esparguete
Tamanho do texto Aa Aa

As associaçoes de consumidores em Itália convocaram um boicote à principal fonte de energia dos italianos: as massas. Trata-se de um protesto organizado pelas principais organizações contra o aumento do preço do trigo. Segundo o instituto nacional de estatística italiano o pão terá aumentado no último ano 4,2 por cento e as massas 3 por cento. Números contestados pelas associações de consumidores segundo as quais, no mesmo período, o quilo de pão terá aumentado 17 por cento e o de esparguete 27 por cento.

Carlo Pileri, presidente de uma das associações diz que “se a situação dos preços na indústria alimentar não mudar, as famílias italianas não vão poder poupar dinheiro ou comprar outros produtos, como sapatos, roupas, carros ou mudar de frigorífico”.

A greve não terá tido grande adesão. Um prova de que mesmo com os preços a subir os italianos resistem a mudar de hábitos alimentares por um dia que seja. As associações de consumidores prometem pressionar a União Europeia a aumentar as quotas de produção de leite e cereais para que os preços baixem.

Por seu lado, o Governo italiano, que negociou com os grandes distribuidores o controlo da inflação até ao final do ano, prometeu intensificar a fiscalização dos aumentos indevidos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.