Última hora
This content is not available in your region

Gregos votam em eleições que podem custar maioria ao partido governante

Gregos votam em eleições que podem custar maioria ao partido governante
Tamanho do texto Aa Aa

Com a votação em curso, o primeiro-ministro grego continua confiante na vitória numas legislativas que podem custar a maioria absoluta ao partido conservador no poder.

Apoiado num balanço económico bastante positivo, Costas Caramanlis convocou eleições antecipadas quando gozava de uma vantagem confortável sobre os socialistas. Mas o líder da Nova Democracia pode ver hoje a sua formação afectada pelo descontentamento público face à actuação do governo durante os devastadores incêndios de Agosto, que fizeram perto de 70 mortos.

O líder do Movimento Socialista Pan-Helénico, Giorgios Papandreu, usou a questão como cavalo de batalha durante a campanha. As últimas sondagens autorizadas, publicadas no início do mês, deixavam entender que nenhum dos principais partidos obterá uma maioria absoluta. Caramanlis já disse que não pretende uma coligação, preferindo novas eleições.

A desilusão dos eleitores face aos grandes partidos poderá beneficiar as pequenas formações, como a extrema-direita, que pode hoje obter a sua estreia no Parlamento. O grande número de indecisos pode ser o factor que definirá os resultados. As primeiras projecções à boca das urnas são conhecidas ao fim da tarde.