Última hora
This content is not available in your region

Euro Effies premeiam eficiência em tempos de mudança

Euro Effies premeiam eficiência em tempos de mudança
Tamanho do texto Aa Aa

A publicidade está a mudar. Durante décadas, os anúncios venderam-nos sonhos de todas as formas, mas está a acontecer uma revolução profunda.

Há novos produtos, novos meios de comunicação, novos hábitos de consumo. Até o mundo em que vivemos é completamente novo.

Stephan Loerke, presidente da Federação Mundial de Anunciantes, sediada em Bruxelas, explica-nos quais os grandes desafios de hoje: “Vejo três grandes desafios no mercado publicitário mundial. Por um lado, a globalização, com a emergência de mercados como a China, a Rússia, a Índia ou o Brasil. Há ainda a chegada das novas tecnologias, dos meios digitais. O terceiro grande desafio é a abertura a novos sectores, como os serviços financeiros, as telecomunicações ou o transporte aéreo, que chegam ao mercado publicitário”.

É na Internet que o investimento publicitário mais tem crescido, com taxas de crescimento de dois dígitos nos principais mercados da Europa.

Essa tendência está a mudar a mentalidade dos consumidores. Carolyn Carter, presidente da divisão europeia da agência Grey, está consciente disso. Na edição deste ano dos Euro Effies, ganhou, pela terceira vez consecutiva, o prémio de Agência do Ano.

“Partindo do princípio de que o consumidor é a raíz de tudo, a forma como comunicamos com ele determina se a marca tem sucesso ou não. O consumidor tem hoje muito mais opções, na escolha dos meios. Tem muito mais maneiras de contactar com as mensagens e com as marcas e pode até escolher participar nas mensagens de marca”, diz Carter.

Os Euro Effies são entregues todos os anos pela Associação Europeia de Agências de Comunicação (EACA) e premeiam a eficiência publicitária. Este ano foram distribuídos 25 prémios, dos quais três de ouro.

O grande prémio foi para a campanha da Nike, destinada às mulheres, concebida pela agência
Wieden+Kennedy Amsterdam.