Última hora

Vídeo de milícia albanesa faz aumentar tensão no Kosovo

Vídeo de milícia albanesa faz aumentar tensão no Kosovo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Numa altura em que a comunidade internacional debate o futuro estatuto do Kosovo, um vídeo veio fazer aumentar a tensão.

Ontem, a televisão pública do Kosovo difundiu uma reportagem com guerrilheiros albaneses que dizem estar prontos a combater pela independência da província. As imagens mostram os homens armados no município de Podujeva, em plena patrulha de uma das mais importantes auto-estradas da província.

O líder do grupo fala de novas ameaças vindas da Sérvia e garante fazer parte do Exército Nacional Albanês (ANA), uma milícia qualificada de terrorista pela missão da ONU e com insígnias semelhantes ao UCK, a guerrilha que lutou contra o exército sérvio entre 1998-1999.

Há oito anos que a província sérvia de maioria albanesa é administrada pela ONU. A alteração do estatuto está em debate, com Belgrado e a Rússia a oporem-se à proposta de independência, desejada pelos albaneses.

A NATO, que tem no terreno 16 mil soldados, reagiu. O porta-voz da KFOR, Beatrant Bornneau, considera o vídeo desapropriado e ameaça tratar como criminosos os membros da milícia.

A reacção da Sérvia não tardou. Belgrado descarta a hipótese de enviar de novo o exército para o Kosovo, mas defende a mobilização de polícias para proteger os 120 mil membros da minoria sérvia. Os nacionalistas esses estão prontos a pegar nas armas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.