Última hora
This content is not available in your region

Júri popular britânico investiga morte de Diana em Paris

Júri popular britânico investiga morte de Diana em Paris
Tamanho do texto Aa Aa

Dez anos após a morte da princesa Diana, em Paris, um júri popular britânico deslocou-se hoje à capital francesa, para apurar se existiu uma conspiração por detrás do incidente.

Os membros do júri fizeram o percurso das últimas horas de Diana e do companheiro Dodi Al-Fayehd, do hotel Ritz ao túnel de Alma, onde viriam a morrer.

A contra-investigação, permitida pela lei britânica, foi requerida pelo pai de Dodi, o milionário Mohamed al Fayed, que acusa a família real e os serviços secretos britânicos de conspiração para evitar um casamento entre Diana e Dodi.

O procedimento judicial deverá durar cerca de seis meses.

Até hoje e apesar das várias teorias da conspiração, nenhum novo elemento conseguiu contradizer os resultados da primeira investigação, levada a cabo pela justiça francesa – que concluiu ter-se tratado de um acidente rodoviário, causado pelo estado de embriaguez do motorista.

A nova contra-investigação vai prosseguir nas próximas semanas em Londres, com a audição das testemunhas, entre os quais o guarda-costas de Diana, Trevor Rees-Jones, que segundo as últimas informações teria viajado nos últimos dias para o Iraque.