Última hora
This content is not available in your region

Democratas vão às urnas para eleger um lider

Democratas vão às urnas para eleger um lider
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da câmara de Roma é o grande favorito das eleições primárias onde deverá ser designado este domingo o chefe do partido Democrata. A ambição de Walter Veltroni é que esta nova formação relance um centro esquerda muito enfraquecido com um ano e meio de governo Prodi. Entre um a dois milhões de eleitores deverão participar no sufrágio. Para Veltroni, a ser eleito, será a realização de um sonho, liderar um partido democrático que reune personalidades e culturas diferentes.

Seja qual for o resultado o escrutínio assinará a fusão dos dois principais partidos da coligação no governo – os democratas de esquerda e os católicos de esquerda. Veltroni enfrenta como rivais nesta corrida dois membros do executivo: Rosy Bindi ministra da Família cuja popularidade lhe pode valer entre 11 a 14% das intenções dos votos sendo a mais séria rival de Veltroni que deverá arrecadar 74 a 78% dos votos e Erico Letta sub secretário do governo de Romano Prodi.