Última hora
This content is not available in your region

Liberais polacos contam com vitória no debate televisivo para vencer gémeos Kaczynski

Liberais polacos contam com vitória no debate televisivo para vencer gémeos Kaczynski
Tamanho do texto Aa Aa

A menos de dez dias das eleições legislativas antecipadas na Polónia, o resultado é incerto mas o debate televisivo desta noite pode alterar tudo. É o que espera o liberal Donald Tusk, depois de ter vencido o confronto televisivo, numa altura em que as sondagens o colocam lado a lado com o Partido Lei e Justiça dos gémeos Kaczynski.

Ao longo de uma hora, Tusk bateu todos os argumentos do rival. O líder da Plataforma Cívica acusou o governo de ter levado a cabo uma política económica que obrigou à fuga de milhões de polacos, de ter uma política europeia catastrófica, de ter deteriorado as relações com os parceiros europeus, sobretudo, com a Alemanha, de não ter investido em infra-estruturas e de manter o silêncio sobre o futuro da missão no Iraque.

Jaroslaw Kaczynski partiu para este debate favorito e confortado por um bom desempenho da economia polaca. Mesmo assim recorreu mais uma vez aos argumentos populistas que o levaram ao poder há dois anos e que são a base desta campanha. Acusou os rivais de falta de patriotismo, de inércia face à corrupção e de beneficiar os ricos.

A dias da cimeira de Lisboa, para redigir o novo tratado, os parceiros europeus mantêm o silêncio sobre o caso polaco e quem preferem. Os gémeos Kaczynski mostram-se agora mais moderados mas os responsáveis europeus não esquecem o quanto são imprevisíveis e intransigentes.