A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Forças armadas turcas recebem autorização para incursões no Iraque

Forças armadas turcas recebem autorização para incursões no Iraque
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As forças armadas turcas estão autorizadas a entrar em território iraquiano para neutralizar os guerrilheiros do Partido dos Trabalhadores do Curdistão, o PKK.

Em Ancara, o parlamento aprovou por larga maioria a moção apresentada pelo governo de Recep Tayyip Erdogan na sequência dos recentes atentados realizados pelos militantes curdos que provocaram vítimas entre o exército turco.

A ameaça de uma intervenção alargada no norte do Iraque provocou uma série de reacções da comunidade internacional. A União Europeia, os Estados Unidos e a NATO exortaram a Turquia à contenção.

Com receio da violação da sua integridade territorial, o governo iraquiano pediu a Ancara negociações urgentes e o vice-presidente Tareq al-Hashemi encontrou-se com o primeiro-ministro turco. Bagdade não rejeita cooperar com Ancara na luta contra os guerrilheiros.

Iniciado em 1984, o conflito armado entre o PKK e a Turquia provocou mais de 37 mil mortos.

Estima-se que no norte do Iraque existam cerca de 3500 rebeldes curdos.