Última hora
This content is not available in your region

Lavrov condena em Teerão sanções americanas ao Irão

Lavrov condena em Teerão sanções americanas ao Irão
Tamanho do texto Aa Aa

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros encontrou-se com o presidente iraniano, em Teerão. Depois do encontro com Ahmadinejad, Sergei Lavrov afirmou que “as sanções económicas unilaterais contra o Irão não contribuem para resolver a crise do programa nuclear”.

Uma posição já assumida pelo presidente russo na cimeira Rússia-União Europeia, em Lisboa. Moscovo não poupa críticas à imposição de novas sanções por parte de Washington.

As sanções norte-americanas têm dois alvos específicos: por um lado, bancos do estado, alguns privados e agências governamentais; por outro lado o corpo dos guardas da revolução iranianos, acusado de contribuir para a proliferação de armas de destruição massiva e uma unidade de elite do exército do Irão que, segundo os Estados Unidos, apoia o terrorismo.

A visita de Lavrov coincide com a presença dos negociadores da AIEA na capital iraniana para a discussão do acordo alcançado em Agosto e surge poucos dias antes de uma nova reunião do conselho de seguraça da ONU sobre a crise do nuclear.