Última hora
This content is not available in your region

Ameaça terrorista na Bélgica, sim ou não?

 Ameaça terrorista na Bélgica, sim ou não?
Tamanho do texto Aa Aa

Os belgas começam a questionar a veracidade da ameaça terrorista no país.

O jornal La Libre Belgique e a televisão pública desmentiram as forças de segurança que afirmaram ontem ter apreendido armas e explosivos. Chegou-se à conclusão de que nada foi confiscado.

Mais… Os 14 suspeitos detidos por alegadamente prepararem um plano para libertar um suposto membro da al-Qaida detido na Bélgica foram todos libertados durante a noite. Até agora não foi comunicada qualquer medida da coacção.

O director do gabinete de crise mostra-se revoltado com as desconfianças dos jornalistas, diz que o facto de terem sido libertados os 14 suspeitos não implica o encerramento do processo, a polícia vai continuar a trabalhar.

O estado de alerta vai manter-se até dia 2 de Janeiro.

No entanto, Guy Verhofstat já não se livra de alguma polémica pois o reforço da autoridade do Estado cai numa altura em que necessita de unidade no país.

Verhofstat obteve o apoio da maioria do parlamento, acaba de tomar posse como primeiro-ministro e foi o único homem que conseguiu até agora convencer flamengos e francófonos a governarem lado a lado.

O executivo de transição vai durar até Março altura em que Yves Leterme assume o cargo de primeiro-ministro permanente.