Última hora
This content is not available in your region

Candidato liberal sai da corrida às presidenciais russas

 Candidato liberal sai da corrida às presidenciais russas
Tamanho do texto Aa Aa

O dirigente da União das Forças de Direita retirou a candidatura às presidenciais Russas. Boris Nemtsov considera que o resultado do escrutínio está predeterminado e defende a participação de um único candidato da direita liberal nas eleições de dois de Março.

O dirigente à semelhança de outros membros da oposição como Kasparov tinha sido detido por participar em manifestações contra as políticas de Valdimir Putin, poucos dias antes das legislativas. Também, o antigo primeiro-ministro e dirigente da União Popular Democrática ameaçou abandonar a corrida eleitoral.

Mikhail Kassianov quer ver no terreno observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa e igualdade no tratamento e acesso aos órgãos de informação. A prioridade do dirigente é para já reunir cerca dois milhões de assinaturas porque não conta com o apoio de qualquer força política com assento parlamentar.

Assinaturas que deverão chegar à Comissão Eleitoral Central da Rússia até 16 de Janeiro. O primeiro vice-primeiro-ministro Dimitri Medvedev é apontado como o favorito na corrida às eleições, devendo, suceder a Vladimir Putin na presidência do país.