Última hora
This content is not available in your region

Prodi anuncia soluções drásticas para resolver crise do lixo em Nápoles

 Prodi anuncia soluções drásticas para resolver crise do lixo em Nápoles
Tamanho do texto Aa Aa

O governo italiano promete soluções concretas esta terça-feira para resolver a crise do lixo em Nápoles. É a reacção de Romano Prodi depois dos tumultos nas manifestações de ontem em Pianura que provocaram três feridos.

Com o cair da noite, o exército, que protegeu a antiga lixeira reaberta, abandonou o local. Um dos promotores dos protestos espera que os habitantes consigam uma vitória e as autoridades resolvam de uma vez por todas o problema.

A acumulação irregular de lixo na região de Nápoles já dura há 14 anos.

A falta de centros de tratamento e de locais de descarga agravou a crise nos últimos 15 dias. As autoridades contam mais de 100 mil toneladas de lixo espalhado pelas ruas.

Um dos magistrados mais carismáticos na luta contra a Camorra explica que a máfia tem uma vasta experiência no sector do lixo. Desde os anos 80 que domina os esquemas de descargas e enterrou uma enorme quantidade de lixos tóxicos.

Segundo estimativas, a Camorra gere uma industria ilegal de lixo que rondará os seis mil milhões de euros. A população acusa as autoridades de fecharem os olhos e de nada fazerem.

Devido aos confrontos de ontem, o executivo reuniu de emergência. A nível regional actuais e antigos responsáveis do sector do lixo trocam acusações.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.