Última hora
This content is not available in your region

Principais partidos espanhóis colocam em marcha máquina eleitoral

Principais partidos espanhóis colocam em marcha máquina eleitoral
Tamanho do texto Aa Aa

Os dados estão lançados. O PSOE do primeiro-ministro espanhol José Luis Rodriguez Sapatero aprovou as candidaturas socialistas para as legislativas de 9 de Março.

Pretendente a um segundo mandato, Zapatero centrou o seu discurso de pré-campanha na economia espanhola. Segundo o chefe de governo, as contas públicas espanholas recomendam-se.

“A economia funciona. E nós gerimos bem as contas públicas. Vamos encerrar o exercício de 2007 com um superavit superior a 2 % do Produto Interno Bruto (PIB).

Também em Madrid, numa conferência intitulada “mais igualdade, um emprego melhor”, o lider da oposição Mariano Rajoy prometeu uma discriminação positiva, na área económica.

O dirigente do Partido Popular propôs uma redução de impostos selectiva. “Vamos estabelecer uma redução adicional dos impostos sobre o rendimento, que irá até mil euros anuais, aplicável a mais de 3 milhões de mulheres trabalhadoras”, disse.

A incógnita nas eleições de Março reside no novo partido fundado pela socialista dissidente Rosa Diez, o União, Progresso e Democracia. O UPD já aprovou a sua lista de candidatos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.