Última hora
This content is not available in your region

Oposição protesta em massa contra presidente

 Oposição protesta em massa contra presidente
Tamanho do texto Aa Aa

Uma maré humana inundou Tblissi, na Geórgia, este domingo para protestar contra a reeleição, que consideram ter sido fraudulenta, do presidente Mikhail Saakshvili. O protesto foi convocado pelo líder da oposição Levan Gachechiladze que acusa o chefe de Estado de ter adulterado o escrutínio de forma a evitar uma segunda volta, apesar dos observadores ocidentais terem concluído que o sufrágio foi justo.

Cerca de 40 mil pessoas mobilizaram-se para apoiar a luta da oposição. A antiga ministra dos Negócios Estrangeiros, Salome Zurabishvili, uma aliada chave de Gachechiladze explica o motivo da indignação.

“Estamos a pedir o que é devido, que é a segunda volta das eleições. Nós contámos, nós reclamámos contra irregularidades. Temos que ter a segunda volta”, disse Zurabishvili.

O protesto, que a oposição promete ser o primeiro de muitos, ocorreu no mesmo dia em que a Comissão Nacional de Eleições publicou os resultados definitivos.

Mikhail Saakashvili triunfou com 53 %. Gachechiladze apenas recolheu 25 %.

Uma coisa é certa, com ou sem manipulação eleitoral, o actual chefe de Estado perdeu popularidade. Em 2004, quando foi eleito pela primeira vez, Saakashvili obteve 96 %, impulsionado pela chamada revolução das rosas.

A oposição garante ter tido votos suficientes para ir a uma segunda volta. Um novo protesto está já marcado para terça-feira.