Última hora
This content is not available in your region

PE acusa Egipto de desrespeito dos direitos do Homem

 PE acusa Egipto de desrespeito dos direitos do Homem
Tamanho do texto Aa Aa

Libertação imediata para Ayman Nour, é o apelo do Parlamento Europeu ao governo egípcio. O antigo adversário do presidente Hosni Moubarak nas primeiras presidenciais pluralistas de 2005, foi condenado à prisão por alegada falsificação de documentos.

Numa resolução, aprovada esta quinta-feira, os deputados europeus são extremamente críticos face às violações dos direitos do Homem, no Egipto. Pedem a reforma da lei sobre os tribunais militares, usada muitas vezes contra os opositores políticos do governo; apelam ao fim da tortura e ao respeito das minorias e dos direitos cívicos.

A resolução provocou uma reacção colérica do governo Cairo, que chamou os embaixadores dos Vinte e Sete, a quem avisou dos efeitos negativos nas relações euro-egípcias. O texto vem ensombrar a reunião, do próximo dia 23, no Cairo, entre a Comissão Europeia e o Egipto, sobre a política de vizinhança da União.