A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Itália vota moção ao executivo

 Itália vota moção ao executivo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O governo de Romano Prodi está novamente em perigo. O parlamento italiano inicia esta quarta-feira a votação de mais uma moção de confiança ao executivo. Ao fim de vinte meses no poder a frágil coligação liderada pelo antigo presidente da Comissão Europeia parece ter os dias contados.

O voto foi pedido pelo próprio Prodi na terça-feira depois de um pequeno partido caótico centrista ter abandonado a coligação. Contudo o executivo não deve ter problemas em ultrapassar a primeira mão deste jogo político. A câmara dos deputados vota hoje e o senado amanhã e é entre os senadores que reside o perigo como explica o professor universitário Franco Pavocello:

“- Temos de ver qual a capacidade de Prodi em conquistar alguns votos de senadores, mesmo de senadores da UDEUR do sr. Mastella. Ou no final vamos ter elementos da coligação a desejar a queda do governo, reforçar a oposição e provocar eleições antecipadas nestas condições.”

Romano Prodi pretende uma reforma da lei eleitoral que teria como consequência reduzir o peso dos pequenos partidos. A UDEUR, dirigida por Clemente Mastella, não gostou. Mastella demitiu-se do governo e abandonou a coligação provocando a crise actual.