Última hora

Indonésia decreta 7 dias de luto após morte de ex-ditador Suharto

Indonésia decreta 7 dias de luto após morte de ex-ditador Suharto
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente indonésio prestou hoje uma última homenagem ao antigo ditador Suharto, falecido esta manhã em Jacarta aos 86 anos de idade.

O homem que durante 32 anos governou o país com mão de ferro, entrara em coma durante a madrugada na sequência de várias complicações simultâneas, três semanas após ter sido hospitalizado de urgência.

As autoridades decretaram 7 dias de luto nacional, tendo marcado as cerimónias fúnebres para esta segunda-feira. Na memória dos indonésios fica um regime marcado pela repressão sanguinária contra todos os opositores e movimentos independentistas, como em Timor-Leste.

O responsável de uma associação de vítimas, afirma que, “a Indonésia tem ainda por resolver a questão dos abusos dos direitos humanos do passado… Em nome dos milhares de pessoas que perderam familiares e querem que seja feita justiça”.

Nove anos após a queda do seu regime, entre as condolências há quem lamente a morte do ditador… sem que este tenha comparecido frente à justiça.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.