Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Acordo político entre Sérvia e UE adiado

 Acordo político entre Sérvia e UE adiado
Tamanho do texto Aa Aa

Belgrado e Bruxelas não vão assinar o acordo político intercalar. A confirmação veio da Comissão Europeia. A assinatura estava agendada para esta quinta-feira, mas agora foi adiada. O primeiro-ministro sérvio considera o acordo uma “armadilha” para que a Sérvia aceite a futura independência do Kosovo.

O comissário para o alargamento, Olli Rehn, não poupou críticas: “Lamento profundamente a obstrução feita por certos políticos de Belgrado, que blocam a assinatura do acordo. Na minha opinião, não ouviram a voz do povo sérvio, que votou, no domingo, a favor do futuro europeu da Sérvia. A proposta continua na mesa. Estamos prontos assim que a Sérvia esteja pronta.”

Vojislav Kostunica recusou reunir o governo para dar luz verde ao acordo. O texto previa a liberalização dos vistos para os cidadãos sérvios e a criação de uma zona de comércio livre entre a Sérvia e a União Europeia. Mas, para o primeiro-ministro nacionalista, assinar o acordo seria consentir a independência do Kosovo.

Reeleito no domingo, o presidente pré-europeu Boris Tadic, tinha-se comprometido a avançar com o processo de adesão da Sérvia à União Europeia – independentemente do futuro do Kosovo.

O confronto aberto entre Tadic e Kostunica fragiliza, ainda mais, a coligação no poder.