Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Clinton vence na Califórnia, mas enfraquecida por Obama

 Clinton vence na Califórnia, mas enfraquecida por Obama
Tamanho do texto Aa Aa

John McCain e Hillary Clinton são os vencedores das primárias republicanas e democratas desta “super terça-feira”, no maior estado norte-americano a participar na maratona eleitoral – a Califórnia. Mas Barack Obama volta a afirmar-se como um grande corredor de fundo.

O senador vence sem surpresas os estados onde era dado como favorito como o Illinois, que representa no Senado,ou o Alabama e a Geórgia, onde o eleitorado negro é predominante.

Por outro lado, consegue reduzir o impacto da derrota em Estados como Nova Iorque e Nova Jérsia graças ao voto do eleitorado branco e dos jovens.

Num discurso unificador dominado uma vez mais pela palavra mudança, Obama, voltou a piscar o olho ao eleitorado independente dos republicanos afirmando ser contra “um país dividido entre estados vermelhos e azuis”.

“Se há algo que ficou claro esta noite é que chegou a nossa hora”, afirmou em Chicago.

“O que começou há meses atrás como um suspiro em Springfield, tornou-se hoje um coro, que exige mudança e que não pode ser nem ignorado nem travado”.

O senador do Illinois voltou a criticar a decisão de intervir no Iraque assim como o que chamou de “lobbies de Washington”, num momento em que confirma a lenta progressão desde o início da campanha que vai, também lentamente, abalando a posição do clã Clinton.