Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Itália oficialmente sem governo

 Itália oficialmente sem governo
Tamanho do texto Aa Aa

Em Itália, falta apenas anunciar a data das eleições.

Romano Prodi, o primeiro-ministro a quem o senado retirou a confiança, reuniu-se esta manhã com o presidente Giorgio Napolitano e assinou o decreto que dissolve as duas câmaras parlamentares e põe fim à legislatura.

No final do encontro o presidente italiano afirmou:
“A decisão de dissolver as duas câmaras depois de ter ouvido os respectivos presidentes tornou-se obrigatória, dada a conclusão negativa dos esforços que conduzi, com a convicção de que eleições largamente antecipadas constituem uma anomalia relativamente à sucessão normal das legislaturas parlamentares e têm fortes consequências na governabilidade do país.”

A imprensa italiana avançou ontem com as datas de 13 e 14 de Abril para a ida dos italianos às urnas, mas a decisão final só será conhecida após a reunião desta tarde do conselho de ministros.