A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Autoridades chinesas preocupadas com ameaça de lagos formados após sismo

 Autoridades chinesas preocupadas com ameaça de lagos formados após sismo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Exército e polícias chineses estão mobilizados face a uma nova ameaça: os mais de trintas lagos formados após o sismo de 12 de Maio. Na província de Sichuan, um lago com 128 milhões de metros cúbicos de água ameaça o já devastado distrito de Beichuan. Depois de deslocarem mais de 100.000 pessoas, as autoridades decidiram dinamitar o dique formado pela deslocação de terra e rochas.

Segundo o governo, os lagos artificiais ameaçam mais de 700.000 sobreviventes do sismo que abalou o sudoeste da China há duas semanas, fazendo mais de 86.000 mortos e desaparecidos.

A população continua a viver no receio após milhares de réplicas, a mais potente das quais este domingo e que voltou a fazer mortos, destruíndo 70.000 casas. O presidente Hu Jintao visitou uma fábrica de abrigos pré-fabricados, destinados a acolher parte dos cinco milhões e meio de chineses que continuam sem tecto.