Última hora
This content is not available in your region

Camionistas britânicos protestam contra subida do preço dos combustíveis

 Camionistas britânicos protestam contra subida do preço dos combustíveis
Tamanho do texto Aa Aa

A contestação social alastra-se na Europa a par e passo com o aumento do preço dos combustíveis.

No Reino Unido centenas de camionistas sairam para a estrada numa viagem de protesto em direcção a Londres e Cardiff. O objectivo é pedir ajudas do Governo para fazer face à escalada dos preços. Os camionistas alertam que muitas empresas podem ver-se obrigadas a fechar.

Martin Archcock explica que “tinha três camiões mas, em Janeiro e face ao aumento do preço dos combustíveis”, teve “que vendê-los. Trabalhava com três bons condutores e, com muito custo”, teve “que despedi-los, caso contrário afundaria a empresa”.

O sector dos transportes é um dos mais afectados pela forte subida nos preços dos carburantes. À semelhança de outros países europeus, os condutores britânicos viram aumentar em cerca de 30 por cento a factura do combustível, no espaço de um ano.

O descontentamento dos camionistas chegou até ao número 10 de Downing Street, onde os organizadores do protesto entregaram ao executivo de Gordon Brown uma petição que contempla, nomeadamente, descontos para o sector dos transportes.

A mobilização faz-se também sentir noutros países europeus e em distintos sectores de actividade.