A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Economia da Eurozona sobe acima das previsões

Economia da Eurozona sobe acima das previsões
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O crescimento económico dos 15 países da Zona Euro teve um crescimento superior ao esperado, no primeiro trimestre do ano.

Os números agora publicados afastam alguns receios de enfraquecimento, causado pela actual crise. A recuperação da Alemanha, com um investimento em alta, foi o grande motor deste crescimento.

Em relação ao trimestre anterior, o PIB dos Quinze cresceu 0,8%. Já em termos anuais, houve um ganho de 2,2%, impulsionado por três grandes economias: a Espanha, a Alemanha e a França.

Os piores alunos são Portugal, que teve durante o período um crescimento de 0,9%, e a Itália, onde o PIB cresceu apenas 0,2%.

Apesar dos números melhores que o esperado, os preços continuam a ser a grande preocupação do comissário europeu para os Assuntos Económicos, Joaquín Almunia: “Há uma revolução nos preços do petróleo e nos preços da alimentação. Vamos tentar encontrar uma resposta adequada. Temos que discutir isto a um nível multi-lateral e espero que na próxima cimeira do G8 possamos considerar este tema”.

As declarações foram prestadas na cimeira do Ecofin, esta terça-feira. A decisão mais importante tomada pelo Conselho de Ministros da Economia e Finanças tem a ver com a entrada da Eslováquia para a Zona Euro, em Janeiro do próximo ano. O país tem luz verde para adoptar a moeda única, isto apesar da alta taxa de inflação.