Última hora
This content is not available in your region

Hillary Clinton mantém posição de força

Hillary Clinton mantém posição de força
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar de não pronunciar a palavra derrota, Hillary Clinton encerrou em Nova Iorque a sua campanha apelando à união democrata para derrotar McCain.

A senadora teve também uma palavra de apreço para Barack Obama: “foi uma honra ter concorrido a estas primárias com ele, tal como é uma honra tê-lo como amigo e esta noite gostaria que todos nós reconhecêssemos tudo o que ele e os seus apoiantes conquistaram”.

E a mensagem de unidade poderá ter sido bem acolhida por muitos, que já estão com o pensamento nas eleições do Outono. “Eu gostava que ela fosse vice-presidente. Ela é a minha preferência, mas eu apoiarei Barack Obama e penso que eles como equipa, vão vencer. Vai ser uma equipa fantástica”, afirmou uma apoiante da senadora Clinton.

Nos bastidores da máquina democrata especula-se agora sobre a possibilidade de Clinton estar disponível para ser vice-presidente de Obama:

Depois de ter partido para a corrida à nomeação democrata como forte favorita, a candidata Hillary Clinton vira atenção para assuntos mais urgentes:
Uma campanha que lhe deixou para já milhões de dólares de dívidas pessoais.

Os delegados democratas encontram-se em Agosto para a convenção do partido, na cidade de Denver.