Última hora
This content is not available in your region

Protesto dos magistrados contra presidente regressa às ruas de Islamabad

 Protesto dos magistrados contra presidente regressa às ruas de Islamabad
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de advogados e membros da oposição saíram à rua no Paquistão para exigir o regresso dos magistrados demitidos pelo presidente. O protesto assumiu a forma de uma longa marcha em direcção a Islamabad. A segurança foi reforçada na capital. Seis mil polícias bloquearam as ruas com contentores e arame farpado. Cerca de sessenta juízes foram suspensos em Novembro, quando se preparavam para ilegalizar o segundo mandato de Pervez Musharraf.

Um advogado do Tribunal Supremo afirmou que “alguns políticos não querem que os juízes sejam reintegrados”. Uma referência à coligação governamental que está dividida em relação ao regresso dos juizes. A formação do antigo primeiro-ministro Nawaz Sharif apoia o protesto dos magistrados.

Mais hesitante está o Partido do Povo Paquistanes, liderado pelo marido de Benazir Butho assassinada em Dezembro. Asif Ali Zardari é acusado de rejeitar o pedido dos magistrados por estar envolvido em vários processos judiciais.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.