Última hora
This content is not available in your region

Patrulha militar aas cidades proposta por Berlusconi gera polémica

 Patrulha militar aas cidades proposta por Berlusconi gera polémica
Tamanho do texto Aa Aa

O governo de Sílvio Berlusconi está de novo envolto em polémica. A decisão de utilizar o exército para patrulhar as ruas das principais cidades italianas contra a criminalidade, causou fortes reacções na esquerda e sindicatos da polícia.

Já os autarcas estão divididos.

O presidente da cAmara de Turim considera que a militarização das cidades dá uma mensagem contraprodutiva que pode aumentar os receios da população.

Mas Letizia Moratti, autarca de Milão, defende que os soldados estão habituados a agir em cidades pela experiência obtida nas missões de paz.

Em Nápoles a presença de militares nas ruas já é uma realidade. Aqui não é uma questão de segurança mas antes de gerir a crise do lixo que paralisa a grande cidade do sul de Itália.

Ontem, o exército conseguiu abrir um aterro em Savigno Irpino, comunidade localizada a 100 quilómetros de NÀpoles, para revolta dos habitantes.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.