Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Não" irlandês anima debate no Parlamento Europeu

"Não" irlandês anima debate no Parlamento Europeu
Tamanho do texto Aa Aa

“Respeitem o ‘não’ irlandês” – foi com este ‘slogan’ que os eurocépticos britânicos, vestidos com ‘t-shirts’ verdes, manifestaram, no Parlamento Europeu, o apoio o povo irlandês. Nigel Farage foi ainda mais longe. O eurocéptico afirmou: “Senhor presidente, ninguém o disse mas vou dizê-lo: Bravo, irlandeses.”

Agitadores à parte, o Parlamento Europeu debateu, esta quarta-feira, as consequências do ‘não’ irlandês ao Tratado de Lisboa.

O líder da bancada socialista acusa o comissário irlandês, Charlie McCreevz, de ter contribuído para o desaire: “Este homem, que é o responsável do Mercado Interno na Comissão, apresenta-se perante os cidadãos e diz que não leu o Tratado de Lisboa! Não havia necessidade! Como é possível criar confiança com comportamentos deste tipo?!” Martin Schulz exige a instauração de uma acção disciplinar contra o McGreevy.

O presidente da Comissão não defendeu o comissário mas afirmou que encontrar bodes expiatórios não é a solução.