Última hora
This content is not available in your region

Centenas de desaparecidos nas Filipinas

 Centenas de desaparecidos nas Filipinas
Tamanho do texto Aa Aa

Um ferry filipino com mais de 700 pessoas a bordo não resistiu às fortes ondas provocadas pelo tufão Fengshen.
A embarcação afundou-se ontem, mas só hoje as condições meteorológicas permitiram o início das operações de socorro. Receia-se que a maioria dos passageiros e tripulantes esteja morta, numa altura em que apenas foram encontrados três sobreviventes.
A guarda costeira atingiu finalmente a área onde o Princess of Stars se afundou, a três quilómetros da ilha de Sibuyan, no centro do arquipélago.
Este acidente pode aumentar, de forma considerável, o número de vítimas do furacão, cujas rajadas atingiram os 195 quilómetros por hora. Pelo menos 85 pessoas morreram no centro e sul das Filipinas. Há também dezenas de desaparecidos. Só na província de Iloilo, que ficou em parte submersa, registaram-se 59 mortos.
Pelo menos trinta mil pessoas ficaram sem casa e estão agora a ser transportadas para centros de acolhimento.
Inúmeras partes da capital, Manila, ficaram sem energia. O aeroporto internacional viu-se obrigado a recorrer a geradores.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.