Última hora
This content is not available in your region

Tufão Fengshen provoca mais de 200 mortos

 Tufão Fengshen provoca mais de 200 mortos
Tamanho do texto Aa Aa

As Filipinas choram os mortos provocados pelo tufão Fengshen. O número de vítimas mortais já ultrapassa os 200, mas pode subir quatro vezes mais. As fortes ondas fizeram com que um ferry com 845 pessoas a bordo se afundasse e até agora só foram encontrados quatro sobreviventes.
A familiar de um dos passageiros não poupa as autoridades filipinas. “Não deveriam ter deixado o navio partir, porque estava a caminho um tufão. Como é que eles podem fazer isso? Eles nem vão dar informação acerca do que aconteceu”, diz Isadora Salinas.
O Princess of Stars naufragou a três quilómetros da ilha de Sibuyan, no centro do arquipélago.
As rajadas, que atingiram os 195 quilómetros por hora, afectaram o centro e o sul das Filipinas, em especial a região de Visayas.
Só na província de Iloilo, que ficou em parte submersa, morreram mais de 100 pessoas. Em certos locais, a água atingiu os dois metros de altura, obrigando os habitantes a refugiarem-se nos telhados das casas.
Milhares de pessoas ficaram ainda desalojadas e estão a ser transportadas para centros de acolhimento.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.