A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Actores e produtores de Hollywood sem acordo

Actores e produtores de Hollywood sem acordo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O sector audiovisual americano está em greve. O anúncio é feito pela Aliança de Produtores de Cinema e Televisão, depois de não ter conseguido chegar a acordo com o Screen Actors Guild, o principal sindicato de actores dos EUA.

O braço-de-ferro traz à memória a greve dos guionistas entre Novembro de 2007 e Fevereiro deste ano, que gerou prejuízos superiores a dois biliões de dólares.

O contrato entre as estrelas de Hollywood e as produtoras expirou, esta segunda-feira. Os actores reivindicam aumento dos salários para os profissionais que ganham menos de 100 mil dólares por ano e pedem maiores compensações pela venda de DVD´s e pela veiculação dos trabalhos via internet. Um acordo que divide os profissionais.

Em comunicado George Clooney apelou à unidade e defendeu a criação de um grupo representativo da classe liderado por nomes com Jack Nicholson e Tom Hanks.

Os sindicatos dos actores e produtoras voltam a reunir-se amanhá. Até lá a máquina de Hollywood vai funcionar a meio gás.