A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Caso Maddie poderá ser arquivado

Caso Maddie poderá ser arquivado
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O inquérito sobre o desaparecimento da pequena Maddie revelou-se inconclusivo. De acordo com o Jornal de Notícias a investigação da Polícia Judiciária não permitiu concluir se a criança foi raptado ou assassinada.

Também, as provas recolhidas não permitem relacionar os arguidos com o desaparecimento da menina.

Pouco depois de abandonar a Directoria da Polícia Judiciária de Faro, o ex-responsável pela investigação, Gonçalo Amaral, classificou o seu afastamento como “um acto perigoso.”

O ex-inspector de 48 anos foi afastado em Outubro na sequência de uma entrevista onde criticava a actuação da polícia britânica.

Cerca de quatorze meses após o desaparecimento da pequena Maddie, na Praia da Luz, Gonçalo Amaral prepara-se para escrever um livro, quando for levantado o segredo de justiça.

O caso da menina inglesa que correu o mundo promete, por isso, não cair no esquecimento.