Última hora
This content is not available in your region

Opção militar para resolver crise nuclear está em cima da mesa

 Opção militar para resolver crise nuclear está em cima da mesa
Tamanho do texto Aa Aa

A opção militar está em cima da mesa, quer para a Coreia do Norte, quer para o Irão. Mas o presidente norte-americano garante privilegiar a diplomacia para resolver as crises nucleares, que envolvem estes dois países. A referência a Pyongyang surge numa altura em que os esforços diplomáticos para convencer os norte-coreanos a abandonarem as armas nucleares conheceram grandes progressos.

“Sempre disse que todas as opções estão em cima da mesa, mas a primeira opção para os Estados Unidos é resolver este problema diplomaticamente. Também deixei claro que não se pode resolver diplomaticamente um problema, a não ser que haja outras pessoas à mesa connosco e é por isso que nós temos vindo a privilegiar a diplomacia multilateral”, disse Bush.

A diplomacia é também a opção preferida do ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros, Manouchehr Mottaki. “Se a natureza da ofensiva assumir a forma militar, então os militares vão falar na sua linguagem. Preferimos que o ambiente se mantenha político e diplomático, de forma a encontrarmos soluções diplomáticas”, sublinhou.
Mottaki disse ainda, na quarta-feira, que o Governo iraniano prepara-se para analisar a oferta de cooperação dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU e da Alemanha, em troca da suspensão do programa de enriquecimento de urânio.