A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

G8 face à crise do aumento dos preços e às mudanças climáticas

G8 face à crise do aumento dos preços e às mudanças climáticas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

É a primeira cimeira do G8 para Dimitri Medvedev. O presidente russo já está no Japão, onde se reúne com os outros líderes dos oito países mais industrializados do mundo. Juntos vão tentar chegar a um acordo sobre a redução dos gases com efeito de estufa e procuram respostas para a crise causada pelo aumento dos preços dos alimentos e do petróleo.

Os dirigentes discutem também a questão da segurança nuclear. O presidente norte-americano refere, com satisfação, os progressos norte-coreanos. “A Coreia do Norte forneceu uma declaração sobre as suas actividades relacionadas com o plutónio e destruiu a torre de refrigeração do reactor de Yongbyon. Isso está garantido e é um passo positivo mas há outros passos que ainda têm de ser dados”, afirmou George W. Bush.

Os oito países mais industrializados – Estados Unidos, Japão, Rússia, França, Alemanha, Itália, Grã-Bretanha e Canadá – convidaram 14 outros Estados a participarem no encontro.