Última hora

Protesto em Roma contra reforma judicial de Berlusconi

 Protesto em Roma contra reforma judicial de Berlusconi
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de italianos protestaram no centro de Roma contra a reforma judicial promovida pelo Governo de Silvio Berlusconi, que dizem conduzir o país a uma ditadura encoberta.

O principal lema da manifestação foi “todos os cidadãos são iguais perante a lei”, terceiro artigo da Constituição italiana.

O antigo juíz Antonio Di Pietro, líder da formação de esquerda Itália dos Valores, explica que “como o primeiro-ministro tem problemas com a Justiça, o Governo faz leis que o beneficiam”.

Convocada por partidos de esquerda e organizações sociais, a concentração na Praça Navona foi o maior acto de protesto contra Berlusconi desde que voltou ao poder em Maio.

O chefe de Governo reagiu à manifestação desde o Japão, onde participa na Cimeira do G8.

Berlusconi tentou retirar importância ao evento, defendendo que “não são as manifestações, mas sim os factos, que dão a imagem de um país”. Para o primeiro-ministro italiano, o que é preciso é “remediar a tragédia” do lixo em Nápoles e na Campania.

Nos últimos dois meses, Berlusconi aprovou dois decretos-lei e um projecto-lei que, segundo a oposição, pretendem impedir um processo por corrupção contra o chefe de Governo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.