Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Governantes e familiares choram regresso de soldados israelitas mortos

Governantes e familiares choram regresso de soldados israelitas mortos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em contraste com a festa libanesa, do lado israelita, a atmosfera pesava de tristeza e resignação.

A entrega dos caixões contendo os corpos dos dois soldados foi o culminar de uma longa espera para os familiares de Goldwasser e Regev, que desde 2006 ainda alimentavam uma ténue esperança de vê-los com vida. .

As urnas foram recebidas pelo primeiro-ministro Ehud Olmert e por Ehud Barak, ministro da defesa de Israel, numa breve cerimónia realizada na base militar de Shraga, no norte do território.

Apesar da dor, Miki Goldwasser, a mãe de um dos militares foi firme nas declarações à imprensa: “Espero que as pessoas tenham força como eu, mantenham as cabeças erguidas e que não deixem ninguém do lado de lá celebrar porque eles não têm motivos nenhuns para estarem felizes”, disse.

Muitos foram os críticos à troca de prisioneiros negociada entre o Governo e os guerrilheiros libaneses.

Em Beirute, o líder do Hezzbollah, Sayyed Hasan Nasrallah, afirmou que os israelitas sabiam que o movimento xiita iria raptar mais soldados israelitas, se a troca dos prisioneiros libaneses tivesse falhado.