Última hora

Última hora

Papa admite de "ponto crítico" na relação entre diferentes confissões cristãs

Em leitura:

Papa admite de "ponto crítico" na relação entre diferentes confissões cristãs

 Papa admite de "ponto crítico" na relação entre diferentes confissões cristãs
Tamanho do texto Aa Aa

No quinto dia de visita à Austrália, o Papa reconheceu que as relações entre as diferentes confissões cristãs chegaram a um ponto crítico.

Bento XVI admitiu a crise numa altura em que a Igreja Anglicana está à beira da cisão por causa da ordenação de mulheres bispos e de bispos homossexuais.

Na Austrália, a igreja anglicana representa 26% da população e acaba de ordenar duas mulheres para o episcopado.

O Sumo Pontífice reuniu-se também com representantes de religiões não cristãs a quem disse ser necessário a cooperação de forma a promover a dignidade humana e a amizade entre nações.

O papa preside às jornadas mundiais da juventude, organizadas de dois em dois anos num país diferente.

A contrastar o ambiente de alguma euforia, vários grupos de jovens organizaram manifestações contra o sumo pontífice. Ouviram-se palavras como Não Ao Papa e foram distribuídos preservativos à porta da catedral de santa maria em Sydney. Mas o grande protesto contra alguns valores católicos está marcado para sábado onde se esperam pelo menos cinco mil activistas antipapa.