Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Qantas Airways vai eliminar 1500 postos de trabalho

 Qantas Airways vai eliminar 1500 postos de trabalho
Tamanho do texto Aa Aa

A Qantas Airways anunciou que vai cortar 1500 postos de trabalho em todo o mundo, de modo a fazer frente ao aumento dos preços dos combustíveis.

A maior transportadora aérea da Austrália vai ainda cancelar os planos para contratar mais 1200 colaboradores, depois das suas prespectivas de crescimento para o presente ano fiscal terem sido reduzidas para zero, em vez dos 8% inicialmente esperados.

Perante a crise, o presidente da Qantas acredita que a indústria tem de mudar, se quiser sobreviver.

“Quanto mais as circunstâncias da industria mudam, mudam de acordo com os preços do petróleo e mais a ideia de consolidação se torna uma realidade. O sector das transportadoras aéreas tem de se consolidar, já que agora e uma indústria distorcida, com demasiado participação estatal, demasiados subsídios e poucas fusões entre as empresas”, anunciou Geoff Dixon.

Cerca de 35 por cento dos gastos da Qantas destinam-se actualmente a adquirir combustível, um número que pode subir nos próximos doze meses.

A companhia australiana emprega 36 mil funcionários e efectua perto de 6500 voos por semana.